Pátio é transformado por um jardim vertical

Divulgação
Divulgação

Que o verde renova qualquer ambiente, ninguém duvida. Mas um bom contraste entre o antes e o depois ajuda a comprovar. Neste projeto da arquiteta paisagista Talita Calegari, em uma residência em Jacareí, interior de São Paulo, a composição de deque, pergolado e plantas trouxe uma novo proposta de uso ao espaço (foto acima na matéria).

– O casal queria plantas rústicas, com folhas grandes e poucas flores. Com isso, foram usadas no jardim vertical: a jiboia, de folhas grande, pendente e bastante vistosas; o abacaxi-roxo, usadas para colorir mais o jardim através das suas folhas verde-escura na face superior e roxas na inferior; e a hera-inglesa com suas folhas menores mais decorativas e pendentes – diz Talita.

TalitaCalegariSilva2

O espaço, antes da reforma projetada por Talita Calegari

Na área central, onde está a parede viva, estão os módulos de cerâmica, com um sistema chamado GreenWall Ceramic. Segundo representantes da marca, a estrutura em módulos com esse material, no lugar das usuais treliças, fibras de coco e vasos, permite o enraizamento horizontal e o crescimento livre das plantas.

TalitaCalegariSilva

A aplicação é simples: basta assentar na parede de alvenaria os módulos cerâmicos, de 29cm x 19cm x 25cm, especialmente moldados para o plantio de espécies ornamentais ou tempero. E a irrigação, uma das maiores preocupações de quem quer implantar um jardim, é por gotejamento automático, que regula a quantidade de água e evita desperdícios.

Leia mais: produtos para paisagismo desenhados pelo paulista Marcelo Bellotto

Pátio de casa geminada ganha nova proposta com paisagismo de Christine Loro

Fotos Marcelo Donadussi, Divulgação

Nova sede de empresa privilegia aproveitamento de espaço e convivência

Dario Ferrari, Divulgação

Fah Maioli: a vila mais bela da Cote d’Azur