Blogs Lu Gastal

As cores de Frida Kahlo

frida2

Filha de pai alemão e mãe mestiça, a mexicana Frida Kahlo dispensa apresentações. De personalidade forte, postura patriota e revolucionária, Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon refletiu em sua obra surrealista a vida de superações, amor e sofrimentos intensos.  Frida era apaixonada pela cultura de seu país e adorava tudo que remetesse às tradições mexicanas, fato que  demonstrava  em sua maneira de se vestir e em seu trabalho ao incluir elementos da cultura popular.  Convicta em suas crenças  e gostos, vestia trajes excêntricos;  excessivos panos, babados e detalhes que cobriam as sequelas de sua saúde frágil,  profusão de cores e a presença forte do vermelho, representando o sangue, seus abortos, acidentes e paixões. Há mais de 6 décadas, Frida Kahlo representou a vanguarda  mexicana não apenas em suas obras surrealistas, como no seu estilo único de vestir-se.

No decorrer do ano três capitais brasileiras tiveram o privilégio de receber parte do acervo que traduz seu estilo único de viver, pintar e pensar. Quando a exposição  “Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México” esteve em SP, tentei por duas vezes visitá-las; porém as filas eram maiores do que meu tempo na capital paulistana. Mas  tive uma terceira oportunidade, e na minha última semana de trabalho na capital federal pude visitá-la e conferir de perto algumas obras e, sobretudo, os bordados maravilhosos (feitos por indígenas mexicanos) e estampas étnicas e florais de suas roupas.

frida6

frida3

frida5

frida2

“[…] en todas las reuniones a las que asisto y en cualquier parte que estoy, el centro de atención soy yo: con mis hermosos trajes bordados de los indígenas, con mis tocados de flores e inválida […]”

frida1

parede frida

Você também vai gostar

Páscoa criativa!

casquinha de ovos

Atenção adeptos de projetos DIY (faça você mesmo) e criativos de plantão: época de Páscoa é tempo de soltar a imaginação! Além dos tradicionais coelhinhos nos mais diversos materiais, as cascas de ovos são uma excelente opção de reciclagem e decoração para a data (abaixo algumas ideias lindas pra te inspirar!!!)

Use e abuse das cores;  pegue aquela toalha de mesa da vó, xícaras, flores e outros garimpos preciosos e decore com graça e estilo – o Coelhinho da Páscoa vai curtir!!!!!

casquinha de ovos(casquinha de ovos decoradas com tecido, biscuit e pintadas com canetinha – lugastal)

casca vaso(casquinha de ovo pintada com tinta guache – imagem Pinterest)

casca esmalte(casquinha de ovo pintada com tinta acrílica – imagem Pinterest)

cascas pretas(casquinha decorada com tinta para lousa/detalhes em carimbos – imagem Pinterest)

casca pantone(casquinha de ovo tingida com corante comestível – imagem Pinterest)

casca pintada (casquinha pintada a mão – com riqueza de cores e detalhes – imagem Pinterest)

casca ovo(casquinha plástica decorada com guardanapo de papel e cola branca – lu gastal)

Veja aqui outros posts alusivos à Páscoa:

http://casaecia.clicrbs.com.br/decoracao-2/decoracao-que-e-uma-docura/

http://casaecia.clicrbs.com.br/lugastal/tag/pascoa/

http://www.singer.com.br/diy-coelho-da-pascoa/

 

Você também vai gostar

sunset para Antônia

sunset7

Verão pede confraternizações ao ar livre, é fato, e os fins de tarde são perfeitos pra qualquer encontro! Nessa energia um grupo de amigas da mãe da Antônia organizaram o BABY SUNSET, na cidade de Pelotas.  A tórrida tarde que antecedeu o encontro não assustou a “equipe multidisciplinar“- cada tia da Antônia cuidou dos diversos detalhes, e  ao entardecer um grande grupo de amigas celebrou a saúde do bebê  e à amizade que as une!

A morada da anfitriã é um capítulo à parte; às margens do Arroio Pelotas – o visual por si já é um convite ! Diferentes lounges foram espalhados pelo jardim,  e a decor,  inspirada em itens que comporão o quarto da bebê, foi preparada no melhor estilo handmade – com identidade,  feita a mão, e com muito amor envolvido!

sunset5

sunset4

 

sunset

sunset 1

sunset7

sunset6

fotos Laureano Bittencourt

Você também vai gostar

A velha (nova) moldura

pap3

Esta é a história de uma moldura cor de rosa. Por quase 2 anos ela passeou por aí, decorou a festa de 15 da minha filha, emoldurou bonecas e tecidos nos eventos de costura lugastal, até sofrer os sinais do tempo e ficar guardada dentro do armário. Eis que o Natal chegou, e ela me chamou!

Não foi gasta mais do que uma hora para repaginá-la – um banho de spray dourado e a companhia de bolas transparentes e coloridas, com grandes laços de fitas lhe devolveram a arte de decorar ambientes. Atualmente, a velha (nova) moldura habita o meu lar, mais precisamente a porta da casa para celebrar o tempo de festas.

#ficadica pra quem adora um projeto “FAÇA VOCÊ MESMO” e tiver uma moldura, pouco tempo e vontade de renovar – essa é a hora!

pap6

pap3

Você também vai gostar

As cores do verão

pantone 2

Recentemente a badalada empresa Pantone, mundialmente conhecida pelo seu sistema de cores,  divulgou as top 10 da primavera/verão 2016.  Entre as queridinhas da estação, estão Rose Quartz, Peach Echo, Snorkel Blue e Serenity. Não demorou muito pras cores escolhidas invadirem as redes sociais, com propostas divertidas dentro dessa escolha. As cores da estação são frescas e animadas, trazendo em si uma sensação de leveza e simplicidade.

Você pode conferir nas mais diversas publicações de moda/design/decór!

pantone quatro


pantone5
(pantone 13-1520 e 15-3919 em proposta CRAFT)

pantone3(decor no maior estilo DIY – faça você mesmo)

pantone4(moda & tendência)


pantone 2( grafite & pantones)

make 36(duas das cores queridinhas de 2016 estão desde 2010 nas paredes do estúdio lugastal)!

Você também vai gostar

Um patchwork de cores, amor e solidariedade!

blocos no varal

Lu Gastal espalhou a sementinha: convidou suas amigas artesãs e alunas para uma aventura solidária, e dos quatro cantos do país vieram os quadrados de tecido. Foram mais de duzentos quadrados bordados, preparados a mão ou a máquina com todo o afeto, e entregues pelo correio ou pessoalmente. Cada participante colocou ali o seu carinho e a sua inspiração, e a equipe Lu Gastal juntou tudo, formando uma linda colcha, um patchwork de cores, amor e solidariedade. O belíssimo resultado dessa corrente de linhas, agulhas e afeto foi doado ao Instituto  do Câncer Infantil, e será leiloado em prol da instituição”.                                                                                                                                             Letícia Wierzchowski

blocosEm maio do ano passado foi lançada nas redes sociais lugastal a campanha COSTURE O BEM; distribuí retalhos de tecidos à participantes interessadas, e e a adesão foi incrível – em poucas semanas chegavam dezenas de blocos coloridos para formar a nossa primeira colcha de retalhos. Depois de alguns meses e bastante trabalho na montagem, a colcha foi finalizada,  formada com  diferentes tecidos e blocos de tecidos coloridos, vindos de vários lugares do país, costurados e bordados por diferentes mãos sob variados olhares – uma verdadeira tradução de amor e carinho incondicionais.   Cada pedaço de colcha tem uma história de amor e carinho!

retalhosMinha ideia inicial era promover um leilão, a fim de arrecadar fundos para uma instituição de caridade; mas infelizmente, por questões legais e de ordem, não foi possível realizá-lo. A colcha ficou guardada por algum tempo, até que, em 2015, foi doada para o Núcleo de Voluntariado do ICI –Instituto do Câncer Infantil. Esse grupo de voluntárias organizou uma Ação entre Amigos, e no dia 12 de dezembro próximo, a colcha de retalhos será entregue à quem detiver o número sorteado.

 Tenho certeza que cada uma das pessoas que trabalhou nesse projeto ficará orgulhosa em ver um pouquinho do seu carinho nessa ação conjunta; quem tiver interesse em participar do sorteio e colaborar com a instituição poderá adquirir seus números – voluntárias do Instituto do Câncer Infantil têm disponíveis listas com numerações, e também temos listas disponíveis  no estúdio lugastal – rua Eudoro Berlink 369. 

Um super beijo e minha gratidão à todos que abraçaram essa causa e enviaram seus blocos de patchwork;  à escritora Letícia Wierzchowski, que traduziu com palavras a essência do projeto; à fotógrafa Danibat, responsável por registrar as imagens e cores,   à artesã Fabiana Lauer, que finalizou o trabalho de quilt na colcha de retalhos e às voluntárias do ICI, que realizam o sorteio.

p.s: em breve iniciaremos a confecção da nova peça, interessadas em participar desse novo projeto escrevam para lugastal@lugastal.com.br, e coloquem no assunto “campanha costure o bem“- retornaremos o email com as informações de dias e horários de encontro!

Você também vai gostar

Muito prazer: PARKLET!

sp 3

Alguns dias de trabalho na capital paulistana permitem puro oxigênio na criatividade. Ora com  atraso na correria do dia-a-dia de carro/táxi/metrô, ora na tranquilidade de um bom passeio a pé, pude conferir algumas novidades criativas que rolam por lá – e os parklets estão encantando por todos os bairros.

Já tinha ouvido falar nos PARKLETS, aquelas extensões temporárias de calçada que promovem o uso do espaço público de forma democrática. Aqui pelos pampas, as duas intervenções que tive conhecimento geraram sentimentos ambíguos, tipo amor e ódio à ideia (uma na faculdade de arquitetura da UFRGS, a outra num restaurante descolado de Pelotas). Particularmente, adorei a ideia. Eu sei… cada vez mais há espaço para estacionamento de carros, etc etc etc.. mas confesso que tenho pura simpatia por essas intervenções, por melhorarem a paisagem urbana e transformarem espaços públicos em lugares melhores para se conviver (e convivência nos tempos atuais é artigo de luxo, não é?!?!!).

parklet1(Faculdade de Arquitetura UFRGS – foto agência RBS)

parklet3(aqui o parklet serve para o happy hour diário – Bodega 974 – Pelotas)

Voltando às ruas de São Paulo, não foram poucos os parklets que cruzei… mas este aqui, na Vila Madalena, realmente me encantou – uma biblioteca, ou espaço para leitura, com direito à bancos e nichos para troca e retirada de livros. Era segunda-feira de manhã e o espaço estava vazio… mas pude imaginar a energia da comunidade que frequenta o local! Aplausos!

sp 3(Biblioteca Parklet Mateus Grou)

Você também vai gostar

filhos descolados dão presentes originais!

pai2

Não ouso perguntar ao meu pai, mas tenho plena convicção de que ele nao agüenta mais ganhar pijamas ou cd’s… como tem uma pequena casa de pescaria, ali também já se esgotaram minhas possibilidades de mimos criativos; toalha de mesa, puxa sacos, almofada;  aquele é um espaço essencialmente masculino e excesso de frufruzices não são bem vindos. todo ano o mesmo dilema – com o que presentear meu pai no segundo domingo de agosto?
Aqui fica a dica lugastal pra essa data; com uma boa dose de criatividade e aquela camisa que está meio “de lado”no armário, dá pra preparar uma surpresa bem bacana e original! Para produzir a peça, uma noção básica de costura dará conta do recado. Se não tiveres nenhum jeito para manualidades, procure a tia, a vizinha, a avó… alguém há de te auxiliar nessa empreitada!!! (se não tiveres ninguém pra ajudar, ligue 33332293 e venha costurar esse projeto numa oficina do estúdio lugastal – 3 horinhas darão conta do recado)!
Camisa escolhida? Estenda em cima da mesa, e com uma tesoura afiada corte as mangas, as costas, a gola e ambas as partes onde ficam os botões e respectivas casas… com doses de criatividade, paciência e alguns pontos de costura… voilá!
 
pai1
A manga virou embalagem para o vinho, a gola um detalhe para um arranjo de flores, os botões,
detalhes de um jogo americano. Ainda sobrou tecido para fazer guardanapos de pano…
pai3
Com uma mesa fofa o simples pão com manteiga terá outro sabor!!!!
pai4
pai2
#ficaadica: um bom vinho sempre fará seu pai sorrir!
Você também vai gostar

A Mega é mega!

21

A semana passada agitou o mercado do “feito a mão” na capital paulistana; de terça a domingo aconteceu mais uma edição da feira Mega Artesanal, considerada a maior feira do segmento da América Latina. Em 6 dias circularam por lá mais de 120 mil pessoas, em busca de lançamentos, novidades e tendências do setor. E por falar em tendências, é claro que o espaço lugastal estava recheado de surpresas pra quem curte a tendência DIY (faça você mesmo).  A proposta foi desafiar o público na mistura de projetos com lã e tecidos, num misto de patchwork, tricô e crochê.
21
mega21
(móveis em papelão dividiram o espaço entre fios de pompom e décor em tecido)
Impossível listar todas as novidades, entre máquinas de costura, corte em madeira e outras opções para bricolagem,  aviamentos (meu coração dispara pelos kits que facilitam a vidados artesãos), decorações de festa, revistas de decoração, moda e artesanato, tecidos (o mercado nacional tem apresentado uma gama incrível de estampas, e nada mais perde para os tecidos importados), e outras infinitas variedades de matéria prima. Aulas coletivas são as mais esperadas do evento; empresas promovem diversas oficinas, levando ao público a possibilidade de participar e aprender novas técnicas.
Sabe daquelas feiras em que um dia é pouco pra ver tudo, e quando se vai embora fica aquela sensação de que faltou algum detalhe?  É essa. Mas em outubro tem a “mini Mega”, uma versão pocket da edição, aqui em Porto Alegre, no Barra Shopping!
mega 6
(washi tape – meu coração bate feliz quando te vê!)
mega 7
(leia o post “Vó, estou na Burda!”)
mega 3
(entre exposições de patchwork, scrapbooking, pintura, a mostra individual de bonecas de pano foi encantadora!)
mega15
(exposição de alunas de moda – abuse na criatividade!!!)
tecidos
(campanha “colcha solidária“- o público foi desafiado a levar um bloco de tecido, costurado durante o evento.)
mega19
(palestras diversas – aqui conversei  sobre empreendedorismo e a experiência do prêmio “Artesã do Ano”)
eduk
(aulas ao vivo on line – pra quem não pôde participar se sentir pertinho da gente!)
Super obrigada às pessoas que me levaram seus sorrisos e carinho, para conferir todas as selfies e registros da galera, acesse o facebook.com/lugastal! Ah… no espaço lugastal choveu pompons, e o guarda-chuva azul fez sucesso!
mega selfies
mega selfies 2
Você também vai gostar

O amor cabe no fusca!

fusca flores

fusca casamento mae

Depois de lançar a coleção de  KOMBIS em patchwork e vê-las lindas e coloridas pelas lojas de decoração do país, o desafio de 2015 foi criar a coleção de FUSCAS lugastal. “No forno” desde janeiro, as almofadas foram moldadas pouco a pouco, com estudo da escala e itens característicos do cascudinho mais querido dos últimos tempos. Perfeitas para decorar quartos, festas, ou presentear aquele amigo aficcionado no tema, a peça piloto foi testada inúmeras vezes até que  o projeto ficasse redondinho pra que muitos fuscas em patchwork fossem produzidos pelos artesãos.

Intitulado “Decoração em tecido para mini wedding – o amor cabe no fusca“, apresentei a almofada linda e outras peças ligadas ao contexto no curso da empresa EduK, que transmite ao vivo e gratuitamente aulas de capacitação nas mais diversas áreas!

Toda ideia vem de uma inspiração… decidido o tema para a decor do mini wedding (super tendência de festa personalizada e intimista), o desafio era apresentar sugestões inovadoras e divertidas, feitas artesanalmente. Minha inspiração veio dessa foto aí em cima, mais precisamente do álbum de casamento dos meus pais, que ganharam um fusca (ou fuca, como chamamos aqui no Rio Grande) vermelho!

O teaser do curso anunciava que o amor cabe no fusca, com direito à noivos e latinhas penduradas no pára choque do fusca 67 (assista AQUI). Depois das três tardes inteiras dedicadas em aulas ao vivo, era hora de voltar ao lar;  a chuva forte e gelada me esperou no aeroporto de Porto Alegre, e ainda sob pensamentos monotemáticos focados no FUSCA, ao ligar o celular muitos bips de notificações chegaram pelas redes sociais lugastal – tratava-se de uma sessão de fotos pra lá de querida e romântica, que se disseminava rapidamente pelo facebook. Nela, o casal de pombinhos Olinda e Paulino,  jovens de 80 e 85 anos respectivamente, traduziram seu amor em fotos produzidas pelo neto e fotógrafo Vinícius Ribeiro, no interior de São Paulo. Não encontrei palavras para elas, e deixo aqui as cenas mais lindas de uma sincera história de amor!

p.s: para conhecer mais sobre a coleção de FUSCAS lugastal em patchwork, procure a #lugastal  ou #fuscalugastal nas redes sociais!

fusca flores

fusca flores lindas

fusca azul3

 

fusca azul 4

fusca azul noivos

O amor é paciente, é bondoso. O amor tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acabará!

(I Cor. 13,4-7-8)

Você também vai gostar