Convívio é estimulado em escritório com divisórias vazadas

Fotos Carlos Edler
Fotos Carlos Edler

Passar horas em um ambiente voltado para vendas requer leveza para o dia a dia cheio de prazos e metas. A arquitetura de interiores do escritório QuadriArq, dos arquitetos Fernando Ghiggi, Luciana Só Consiglio e Renata Troggian para esta empresa, especializada na comercialização de anúncios publicitários, traz um toque despojado nos materiais e conforto para
a labuta – e também para os intervalos.

– Entre os pedidos do proprietário estava o bar, que trouxe descontração para uso dos integrantes do escritório e às reuniões com clientes – explica Fernando.

QuadriArq4

Os 40 metros quadrados têm divisões evidentes, mas com espaços permeáveis, onde o contato visual e as conversas ocorrem sempre que necessário. Desenho do trio de arquitetos, a marcenaria exibe superfícies lisas e mescla brilho e fosco.

Em laca vermelha alto-brilho, a estante cria a sensação de um hall de entrada, e um painel vazado com laca branca permite que o diretor possa receber clientes, sem perder
a integração. Desenhada para acomodar quatro pessoas, a bancada com lateral curva tem o acabamento cinza da microtextura. Sobre o tampo, canaletas para fios garantem uma certa organização visual.

Veja mais um projeto do escritório QuadriArq com a mesma planta baixa deste escritório:

  • 1
  • 2
  • 3b
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11

 

Enquanto na área de trabalho o tom amadeirado do revestimento vinílico faz o plano de fundo, para o bar o tecnocimento compõe com o eco quartzo da bancada e o cinza do porcelanato. Quando a pedida é ter a vista do Guaíba, são recolhidas as persianas rolô tela solares.

QuadriArq2
A estante com pintura em laca alto-brilho delimita o hall. No piso, é possível observar a diferença entre os espaços: porcelanato cinza reveste a área do bar e vinílico com aparência de madeira o setor das mesas

QuadriArq3
Reuniões podem ser feitas no bar, com tampo de quartzo cinza e banquetas Sela, de Flávia Pagotti Silva. Com o decorrer do projeto, uma TV e um sofá foram inseridos e são usados em intervalos para descanso

Fotos Carlos Edler, Divulgação

Flexibilidade do momento: quatro projetos com portas de correr

Foto Beto Riginik, Divulgação

Coluna Henrique Steyer: a mostra Modernos Eternos 2016