Casa&Cia - ir para home

Penteadeira volta à cena, agora numa versão mais compacta

penteadeira cortada _ kare do brasil

Sou do tempo da menina que tinha no quarto uma penteadeira. Hoje, meio que num revival, o móvel reaparece na composição de ambientes feitos para elas, repaginada, atualizada.

Em novos tempos, acompanhando o tamanho dos imóveis, as penteadeiras estão mais compactas. Um exemplo é este modelo da Kare do Brasil. Design clean, mas não menos funcional. Acompanha banqueta.

penteadeira da kare do brasil

A peça tem compartimentos para acomodar maquiagens ou outros itens, além de espelho acoplado. O legal é que a bagunça pode ser organizada.

Quando necessitar de uma certa ordem no ambiente, basta fechar a mobília e embutir a cadeira sob a bancada.

penteadeira kare do brasil 1

Um must! Simples assim!

Você também vai gostar

Um tecido-papel dá forma a estas luminárias desenhadas para a grife Ligne Roset

PAPER_LAMP_ReneBarba_Ligne Roset

René Barba é o autor desta luminária denominada Paper Lamp.

O que chama a atenção é o material no qual ela é confeccionada: um tecido-papel antichamas, feito em uma espécie de envelope de dupla face, com uma impressão em riscas de um lado; o outro é liso.

A peça emite uma luz tênue e cria uma atmosfera calma e tranquila. Destaque ainda para o desenho irregular à mão (de listras ou xadrez), o que imprime um charme único aos exemplares da grife Ligne Roset.

PAPER_LAMP_ReneBarba_1- original

Você também vai gostar

Amarre-se nas correntes e veja como usá-las de maneira despojada no décor

Foto Gerson Lima, Divulgação

Elas começaram a aparecer de maneira sutil na decoração. Me vem à cabeça o uso da corrente como acabamento ao fio de uma luminária pendente. Dá um toque mais despojado e personaliza a composição do espaço.

Agora, encontramos novas possibilidades no mercado. Como cortinas, que demarcam a separação entre ambientes, ou painéis com desenhos diversos, as correntes metálicas são versáteis.

No novo layout do Bar Santa Marta, em Curitiba, no Paraná, um exemplo de como o material pode ser explorado no décor.

Foto Gerson Lima, DivulgaçãoFoto Gerson Lima, Divulgação

Na reforma do bar, múltiplas correntes ladeadas na vertical (penduradas) se transformam num grande painel, instalado em tons de preto e dourado formando o desenho de uma banda. Projeto do arquiteto Guilherme Bez e desenho do artista plástico André Mendes.

Em Curitiba, a Espaço Goya forneceu as correntes para o bar. A loja revende cortinas de correntes em diversos tamanhos, cores e formatos de elos.

Você também vai gostar

Um beliche pra lá de especial para não passar despercebido no quarto dos pequenos

quarto de criança (Foto facebook: Reciclagem, Jardinagem e Decoração)

Quem nunca fez uma festa com uma cama de dois andares, mais conhecida como beliche?

Digo isso para aqueles que viveram a minha  época, os anos de 1980. Dormir na casa de amigos ou receber primos em casa era sempre uma festa, uma diversão. Brincar de cabaninha era a sensação. Vai ver que foi esse período de brincadeiras que inspirou também o autor deste modelito de beliche em forma de casa. Adorei!

Boa ideia para invadir os quartos pensados para os pequenos. Aqui, mesmo na versão de madeira crua já ficou legal, imagina se você customizar a morada-dormitório.

Foto daqui. 

 

Você também vai gostar

Grife catarinense Copa&Cia lança talheres de aço inox na cor violeta

Copa&Cia - Talheres Oslo Violeta

Vestir a mesa, decorar os lares e proporcionar bons momentos. Esse é o lema da Copa&Cia, empresa catarinense (de Blumenau) que vive em constante renovação, acompanhando as principais tendências do universo do houseware.

O tema também é o norte para o lançamento da primeira parte de sua coleção 2015 na GIFT FAIR, feira do setor de decoração e afins, realizada de 23 a 26 de fevereiro, no Expo Center, em São Paulo.

Uma novidade que é um “chiquê” são os talheres Oslo Violeta, destaque da temporada da grife de Santa Catarina com uma proposta contemporânea e em cores diferenciadas.

Feitos de aço inox 18/10, eles têm acabamento em PVD titânio, uma proteção extra contra riscos e corrosão. Fabricados em Portugal, os talheres combinam matérias-primas de qualidade superior e design arrojado.

Copa&Cia Talheres Oslo Violeta

 

Serviço:

50ª Gift Fair e 18ª D.A.D

Data: De 23 a 26 de fevereiro de 2015 (de segunda-feira à quinta-feira)

Horários de Funcionamento: das 10h às 20h. Entrada até às 19h, e no dia 26 entrada até às 16h

Local: Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 (Entrada Sul) – Vila Guilherme- São Paulo – SP

Pavilhões Azul, Branco, Verde e Vermelho

NOVA Entrada Norte – Rua Coronel Marques Ribeiro, 200, Portão 4

Promotora: Laço Ltda. / Presidente: Mauro Jordão

Informações: 0800-7733307

www.laco.com.br

 

 

Você também vai gostar

A I-Stick, referência em adesivos decorativos, apresenta na 50ª Gift Fair a sua linha de objetos criativos

Bandeja_DC_Originals_Verso

A I-Stick (www.istickonline.com), marca conceito na produção de objetos criativos, participa da próxima GIFT FAIR, de 23 a 26 de fevereiro no Expo Center Norte, em São Paulo.

O grande destaque da marca para o evento são as linhas exclusivas da DC Comics, Hello Kitty e Chiclets. As estampas exclusivas são produzidas em toda a linha da marca, como bancos, mesas de lateral, baús, bandejas e papéis de parede.

Para agradar a colecionadores do universo das histórias em quadrinhos, a linha DC Comics em estilo vintage promete ser um dos grandes sucessos da marca.

BancoBipo_Batman cópia

Para a “volta às aulas”, a linha Hello Kitty vem com duas estampas lúdicas e bem-humoradas.

CaixoteMini_RedBow cópia baœ lado 1 cópia (1)

Mas o ponto alto fica por conta da nostalgia da linha Chiclets e sua icônica embalagem retrô que remete aos anos 1980 e que estará disponível em móveis e acessórios para celular.

Chiclets_banco

Toda a linha de móveis e objetos é produzida em MDF digitalmente estampado com tintas “eco-friendly”, são encaixados sem parafusos usando apenas anéis de borracha e, no caso de adesivos, como os azulejos hidráulicos e papéis de parede, o vinil é a matéria-prima.

Serviço:

50ª Gift Fair e 18ª D.A.D

Data: De 23 a 26 de fevereiro de 2015 (de segunda-feira à quinta-feira)

Horários de Funcionamento: das 10h às 20h. Entrada até às 19h, e no dia 26 entrada até às 16h

Local: Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 (Entrada Sul) – Vila Guilherme- São Paulo – SP

Pavilhões Azul, Branco, Verde e Vermelho

NOVA Entrada Norte – Rua Coronel Marques Ribeiro, 200, Portão 4

Promotora: Laço Ltda. / Presidente: Mauro Jordão

Informações: 0800-7733307

www.laco.com.br

Você também vai gostar

Arquiteta Juliana Pippi assina curadoria de Florianópolis no Guia de Decoração Bamboo 2015

Capa do Guia de Decoração Bamboo 2015 - Imagem Reprodução

O melhor da decoração em 14 cidades brasileiras sob o olhar e direção de um grande arquiteto local. Essa é a proposta do Guia de Decoração Bamboo 2015, que teve lançamento nacional no dia 10 de fevereiro, no Red Bull Station, em São Paulo, e já está nas prateleiras do país.

A arquiteta Juliana Pippi foi a convidada para assinar a curadoria de Florianópolis com uma seleção das principais lojas, e ainda indica os melhores roteiros para quem pretende passear por aqui, conhecer arquitetura, design e nomes fortes da gastronomia, moda e design.

No dia 26 de fevereiro, ela reúne os fornecedores parceiros no Carvalho Francês, loja de vinhos em Floripa, para comemorar a publicação. A publisher da Bamboo, Clarissa Schneider, é presença confirmada.

Foto Mariana Boro, Divulgação
Arquiteta Juliana Pippi fez uma seleção especial de lojas e lugares para se conhecer em Florianópolis. As indicações da profissional estão na edição 2015 do Guia de Decoração da Revista Bamboo.
Foto Mariana Boro, Divulgação

Você também vai gostar

Apertem os cintos e aproveitem para incrementar a decoração do lar

Foto everydayeden.com

Tem muitas revistas em casa? Olha que ideia genial. Enrole uma a uma e amarre-as com um cinto. Você pode usar como um apoio para uma bandeja e criar o cantinho do bar

Não é nenhuma novidade o que vou dizer agora. Bem sabemos que é cada vez mais comum observar a moda das ruas na decoração e vice-versa, seja em algum detalhe ou alguma referência da arquitetura que aparece na produção de uma roupa ou acessório. Existem situações que encontramos projetos muito conceituais, mas por outro lado visualizamos ideias palpáveis e funcionais. O mais interessante é quando toda esta mistura funciona bem. Você já imaginou que um simples cinto – aquele mesmo para ajustar a roupa ao corpo, acinturar a silhueta – pudesse ser usado como complemento no décor da casa? Isso mesmo. Eu selecionei apenas alguns exemplos do que rende um cinto fora do lugar comum. Espiem.

Cintos afivelados e sobrepostos uns sobre os outros dão forma a um vaso estilizado (Foto homedit.com)

Cintos afivelados e sobrepostos uns sobre os outros dão forma a um vaso estilizado
(Foto homedit.com)

Gamei nesta solução onde o cinto arremata com todo charme a cortina. Dá pra fazer em casa (Foto hgtv.com)

Gamei nesta solução onde o cinto arremata com todo charme a cortina. Dá pra fazer em casa
(Foto hgtv.com)

cabec80ef28556e9bddfb744f9b1a05d

Aqui, em tamanho pequeno, os cintos abraçam as tradicionais velas brancas e as deixam personalizadas (foto jenniferrizzo.com)

zena.hr

Nesta versão ele é pregado na parede e dá vez a suportes para acessórios pendentes
(foto zena.hr)

Tire as fivelas e aproveite as diferentes texturas para entrelaçar e fazer, quem sabe, um trilho de mesa de cintos de couro. Decoração hand made (foto itsdiytime.net)

Tire as fivelas e aproveite as diferentes texturas para entrelaçar e fazer, quem sabe, um trilho de mesa de cintos de couro. Decoração hand made
(foto itsdiytime.net)

 

Você também vai gostar

Coloque a mão na massa e aprenda a fazer um pufe de rolo amarrado com cintos

Foto Renato Turnes, Divulgação

O pufe “De Rolo” é uma criação do designer de interiores Sandro Clemes, de Florianópolis, especialmente para o projeto de um apartamento urbano-retrô na Avenida Beira-Mar, no Centro da Capital. Na morada de um jovem homem solteiro, segundo o profissional, este item reforça a casualidade da proposta de ambientação que mistura peças de design internacional, mobiliário vintage e criações exclusivas.
Gostou e quer ter um igual na sua casa? Veja como é fácil fazer um pufe igualzinho. Como diz Sandro, “é tão simples quanto fazer um rocambole.”

Você vai precisar:
Foto Renato Turnes, Divulgação

Foto Renato Turnes, Divulgação

Pegue 16 metros de um tapete emborrachado (também conhecido como passadeira ou trilho) na cor branca ou offwhite, com mais ou menos 43cm de largura. Deve ser do tipo canelado, como o da foto 01. Não use tapete estampado porque ele não valoriza a interessante textura canelada do material, que tem efeito listrado.

Para fazer o “miolo” – o centro do pufe – escolha o mesmo produto só que em outra cor contrastante, como preto ou vermelho, e compre dois metros.

Como fazer:

Foto Renato Turnes, Divulgação

Foto Renato Turnes, Divulgação

1 – Comece enrolando o pedaço colorido, de modo bem firme, pra que não fique frouxo.

Foto Renato Turnes, Divulgação

Foto Renato Turnes, Divulgação

2 – Ao terminar o rolo que ficará no centro, pegue a passadeira maior e junte ao miolo, continuando a enrolar da mesma forma pra que o rolo fique bem coeso.

Foto Renato Turnes, Divulgação

Foto Renato Turnes, Divulgação

3 – Pra facilitar a “enrolação” dessa passadeira tão longa, encoste uma das laterais numa parede, que servirá como guia pra que o rolo fique bem retificado.

Foto Renato Turnes, Divulgação

Foto Renato Turnes, Divulgação

4 – Para prender o rolo, compre três cintos de 90cm de comprimento cada numa cor discreta e com fivela simples de metal. Afivele o primeiro cinto na metade do comprimento do rolo, e os outros dois a 3 centímetros de cada extremidade, apertando bem.

Coloque o rolo de pé e está pronto! Fica bem confortável e pode ser usado como mesa de apoio também.


Uma dica:

Você pode criar composições de cores na escolha dos materiais componentes do pufe. Pra um quarto infantil, por exemplo, pode-se escolher cada cinto de uma cor e os emborrachados também. Ou então, numa ambientação mais colorida, optar por uma passadeira de uma cor vibrante e usar cintos brancos ou pretos.

Você também vai gostar

Copos que balançam, mas não caem. Boa dica para um aperitivo aqui e acolá

(Foto Fancy.com)

Eu sou uma amante do vinho. Quem me conhece, sabe. Leia-se: vinho tinto. Quando encontrei estes copos, a descrição destinava-se a um utilitário feito para a experiência do vinho. Eu ainda prefiro taças. Mas não vou mentir. Adorei esta versão de copo “balança mas não cai”. Ele é indicado para a bebida dos deuses, mas nada impede que possa ser usado para servir aquela cerveja gelada ou drinques. Agora no verão, até para rechear com sobremesa tá valendo.

O design sueco da série de copos de vidros Cupa é criação de Daniele Semeraro, dono da Sempli.

(Foto sempli.com)

(Foto sempli.com)

Conheça mais sobre o Sempli aqui.

 

Você também vai gostar
Casa&Cia - ir para home