Coluna Em Casa, por Eleone Prestes

Foto: Galeria Claudia Andujar/ Divulgação
Foto: Galeria Claudia Andujar/ Divulgação
Foto: Galeria Claudia Andujar/ Divulgação

Foto: Galeria Claudia Andujar/ Divulgação

Quinta-feira será inaugurada no Instituto Inhotim, em Brumadinho, no ferido estado de Minas Gerais, a Galeria Claudia Andujar, com 1,6 mil metros quadrados, projeto do escritório Arquitetos Associados, de Belo Horizonte, autores das construções premiadas do parque: Galeria Miguel Rio Branco e Centro de Educação e Cultura Burle Marx. Quem estiver lá na abertura verá um momento mágico, a pajelança dos índios Yanomami. Isso porque as cerca de 400 fotografias da artista suíça radicada no Brasil desde a década de 1950 são resultado do trabalho dela com esse povo indígena, realizado de 1970 a 2010 na Amazônia brasileira.

Foto: Galeria Claudia Andujar/ Divulgação

Foto: Galeria Claudia Andujar/ Divulgação

A nova galeria, construída com o apoio do Banco Santander, será o 19º pavilhão do conjunto arquitetônico dedicado a exposições permanentes com prédios espalhados pelos 140 hectares de visitação. Em grande parte inéditas, as fotos de Claudia com a temática começara quando ela foi enviada à Amazônia pela revista Realidade para trabalhar em uma edição especial sobre a região. A sua atuação acabou sendo fundamental para a demarcação da terra indígena Yanomami, em 1992. Bem, ela trabalhou também para as revistas Claudia, Life e The New York Times Magazine. Vamos ao serviço: a sua galeria vai funcionar de terças a sextas-feiras, das 9h30 às 16h30; aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30. A entrada às quartas-feira é gratuita; terças e quintas-feiras, custa R$ 25; às sextas, sábados, domingos e feriados, R$ 40. Meia-entrada para crianças de 6 a 12 anos, idosos acima de 60 anos, estudantes, professores das redes formais pública e privada de ensino e funcionários de empresas parceiras, todos identificados. Veja mais em galeria.inhotim.org.br/claudiaandujar.

Mobiliário pet

Foto: Andre Sheffer/ Divulgação

Foto: Andre Sheffer/ Divulgação


A gente ama tanto nossos companheiros de vida de quatro patas que as grifes de móveis devem se ligar nesse mercado e criar propostas para a casa que incluam as criaturinhas. Bem, a Brava Forma dá exemplo com esta cama VIP para combinar com o mobiliário da sala. Que tal? É possível encomendar conforme o acabamento do sofá da família de duas patas. Skipi, de 4 anos, morador de Lajeado, é integrante da família Brava Forma. Soube que é esperto, adora passear na cesta da bicicleta, comer frutas e legumes e curtir o sol. Espia o site bravaforma.com.br.

Vitrina

Foto: Giovani Ceconello/ Divulgação

Foto: Giovani Ceconello/ Divulgação


Agora é a vez da arquiteta Lídia Maciel dar a sua interpretação às linhas de produto da Altero. A profissional criou Summer Time, um banho conceitual na vitrina da Avenida Nilo Peçanha, 2.433, na Capital, montada até fevereiro. A empresária Naira Lodetti recebeu os convidados para aplaudirem a novidade quinta-feira. Espia o site altero.com.br.

***

Mas eu queria falar que a semana passada foi rica em eventos no Instituto Ling, de novo: quarta-feira teve evento da Associação de Arquitetos de Interiores (AAI Brasil/RS), sobre Redes Criativas, e Barbante, uma proposta de bate-papo da Pandorga, sobre Design de Experiência. Independente dos nomes, a verdade é que as fronteiras criativas estão caindo e tudo o que se quer é viver melhor – e desfrutar dos espaços urbanos. Isso fez lembrar o evento da AsBEA, na semana anterior, sobre a arquitetura da vida na cidade.

Na chuvosa noite de quinta-feira, abriu o showroom Favorita Boutique Quintino, obviamente na Rua Quintino Bocaiúva, 1.001, de Mariana Gazen e Alexandre Heck, com a grife do escritório Liquens.conceito.arquitetura.design.

Quinta teve também o lançamento das joias da Andrea Loureiro, que eu havia conhecido em evento da UMA, no Marquis Moinhos, com apartamento decorado por Raul Pêgas e Rosana Costa, mas isso é outro papo.

Fotos: Vera Vignatti/ Divulgação

Luminárias da ceramista Vera Vignatti unem funcionalidade, requinte e um toque mais descontraído

Foto: Nendo, Gandia Blasco/ Divulgação

Em tonalidades discretas ou alegres, as peças de mobiliário para área externa de Oki Sato para o Nendo Studio são marcadas pela leveza